Vaga para Gestor De Projecto No Sector De Pesca

Ticker

6/recent/ticker-posts

Vaga para Gestor De Projecto No Sector De Pesca


O Istituto Oikos Mozambique, ONG de cooperação internacional com sede em Pemba (Província de Cabo Delgado) pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Gestor de Projecto no sector de Pesca (M/F).

Breve Descrição da Organização

Istituto Oikos é uma ONG italiana que foi fundada em Milão em 1996 e desde então, realizou vários projetos, na Itália e noutros países, focando-se especialmente na sustentabilidade ambiental e na autonomia econômica das  comunidades locais. A sua missão é ajudar a conservar os ecossistemas favorecendo o desenvolvimento, com inovação, profissionalismo e participação. A ONG trabalha em Moçambique desde 2013 implementando diferentes Projetos de cooperação para o desenvolvimento na Província de Cabo Delgado em diferentes sectores: WASH, shelter, agricultura sustentável, educação, pesca, etc.

No âmbito da implementação de um dos seus projectos que consiste no apoio a pesca artesanal, o Istituto Oikos pretende recrutar um/uma Gestor/Gestora de Projecto responsável de coordenar as atividades do Projeto designado em todos os seus aspetos técnico-administrativos.

 Descrição das Funções

  • Planificar, coordenar e supervisionar a implementação de todas as atividades do projeto garantindo a prossecução dos objetivos designados em conformidade com os prazos e procedimentos acordados com o doador;
  • Coordenar todas as fases do ciclo do projeto atribuído e as relações com o doador, as autoridades locais e os parceiros do projeto;
  • Coordenar e produzir os relatórios técnicos intermediários e finais solicitados pelo doador;
  • Em colaboração com o Diretor do Pais, ser responsável da elaboração de Memorando de Entendimento com Instituições locais envolvidas no projecto;
  • Ser responsável por supervisionar todos os aspetos administrativos e colaborar com a Unidade de Administração os Relatórios de Projetos;
  • Em colaboração com a Unidade de Administração, ser responsável pela planificação financeira e gestão do Plano de Contas (SAL), utilizando os procedimentos internos da organização;
  • Em colaboração com a Unidade de Logística, ser responsável pela planificação dos procedimentos de compras, utilizando os procedimentos internos da organização;
  • Ser responsável por encerrar os processos de relatórios técnicos e administrativos do projeto sob sua responsabilidade dentro do prazo e de acordo com os procedimentos do financiador;
  • Coordenar a equipa técnica do projeto (Unidade de Implementação do Projeto – UIP), identificando as atividades que cada pessoa deve realizar e supervisionando o seu trabalho e a consecução dos objetivos, inclusive através organização de reuniões periódicas;
  • Garante o acesso às informações do projeto por toda a equipe e a partilha de informações entre os principais interessados ​​e beneficiários;
  • Ser responsável pela preparação dos TOR para todo o pessoal do projeto e supervisionar o processo de recrutamento, de acordo com os procedimentos internos da organização;
  • Em colaboração com o MEL Advisor, ser responsável da implementaçao do plano de monitoria e avaliação do projeto. Tem de garantir a recolha dos dados para medir indicadores, monitorar o alcance dos indicadores, coordenar, supervisionar e organizar as fontes de verificação previstas. Reflete sobre as lições aprendidas e use essas informações para informar e revisar a estratégia do projeto;
  • Em colaboração com o Diretor do Pais promover a ligação com o Governo local e as instituições envolvidas no projeto assegurando sempre uma positiva colaboração;
  • Ao longo da implementação do projeto assegurar boa comunicação e colaboração entre a sede de Milão (Programme Manager Mozambique, MEL Advisor, Unidade de Administração, etc), o doador, as autoridades locais e os paceiros;
  • Apoiar na implementação das atividades de visibilidade e comunicação do projecto, nomeadamente na recolha de fotografias, depoimentos de beneficiários, entre outros;
  • Apoiar, se e quando necessário, na elaboração de novas propostas de projecto na área temática da pesca e aquacultura.
  • Organograma

    • Reporta ao Diretor do Pais;
    • Colabora com os restantes responsáveis ​​das Unidades da área, aplicando os procedimentos da organização pela gestão de projetos (Gestão do Ciclo de Projetos).

    Requisitos/ Principais Qualificações

    • Licenciatura em Ciências Biológicas, Ecologia, Engenharia Ambiental, Engenharia de Pesca, Geografia, Oceanografia ou áreas afins;
    • Experiência na implementação e coordenação de projetos de cooperação para o desenvolvimento há pelo menos 3 anos, especialmente em projetos na área de pesca em Mozambique;
    • Conhecimento e experiência (pelo menos 3 anos) sobre os temas do projeto (Pesca Artesanal, Pesca Sustentável, funcionamento dos Conselhos Comunitários da Pesca, Aquacultura, Cadeia de valor da Pesca, Estratégia de Desenvolvimento das Pescas, etc);
    • Competências relativas aos métodos de reporte técnico e administrativo dos projetos;
  • Capacidade de trabalhar por objetivos, cumprindo prazos;
  • Boa comunicação e experiência comprovada na coordenação de equipas de trabalho multidisciplinares;
  • Experiência comprovada de trabalho com comunidades costeiras e CCP;
  • Capacidade de se relacionar positivamente com diferentes interlocutores;
  • Forte aptidão para a resolução de problemas;
  • Autonomia de gestão;
  • Flexibilidade, organização e confidencialidade;
  • Línguas: Fluência em Português e Inglês.
  • Outros Requisitos

    • Capacidade de trabalhar em equipa e de se relacionar e respeitar com as comunidades; técnicos, parceiros e líderes locais;
    • Capacidade de comunicação oral e escrita e análise critica;
    • Capacidade de transmitir o seu saber-fazer e os seus conhecimentos;
    • Elevado compromisso com a qualidade de trabalho e os valores da Oikos;
    • Boa capacidade de organização e planificação;
    • Transparência e correção na conduta pessoal e profissional;
    • Espírito de equipa e entreajuda;
    • Dinamismo, iniciativa, autonomia, criatividade;
    • Flexibilidade em situações exigentes e disponibilidade para horários de trabalho, por vezes, irregulares;
    • Boas competências de informática na ótica do utilizador para as aplicações gerais (MS-Office, E-mail, Internet);
    • Carta de veículos motorizados e automóveis, será considerado como uma mais-valia.

    Interlocutores Principais

    • Responsável da Area Moçambique;
    • Responsável das diferentes Unidades (Administração, Logística, Recursos Humanos, etc);
    • MEL Advisor;
    • Parceiros, instituições envolvidas no projeto.

    Exigências

    • Curriculum Vitae, incluindo os dados de 3 pessoas para referências profissionais;
    • Carta de Motivação (máximo 1 página) com autorização para tratar dados pessoais nos termos dos artigos Art. 6 da lei 23/2007 (lei do trabalho), Artigo 64 da lei 3/2017 (lei das Transações eletrónicas).

    Nota: Só serão contatadas as pessoas pre-selecionadas, que serão convocadas a uma entrevista pessoal a se-realizar na sede do ISTITUTO OIKOS, Pemba, Av. Marginal 9045 Nanhimbe ou através de uma entrevista à distância (google meet). Encorajamos fortemente as candidatas femininas para esta posição, de acordo com o princípio da igualdade de oportunidades Art. 35 da lei nr 1/2018 (Constituição da Republica de Moçambique).  Art. 54 Nr 1 e 2 da lei 23/2007 (lei do Trabalho). Duração do contrato: 18 meses, com início em janeiro 2023. O Local será na Cidade e Distrito de Pemba, Província de Cabo Delgado (Moçambique) com possíveis missões nos distritos de Metuge e Mecufi. O pedido deve ser enviado a: candidaturas.moz@istituto-oikos.org e tania.miorin@istituto-oikos.org indicando a posição da Vaga na linha de assunto. 



    • Data de validade: Novembro 15, 2022
    • Localização: Cabo Delgado, Pemba