Vaga para Oficial De Comunicações

Ticker

6/recent/ticker-posts

Vaga para Oficial De Comunicações

Vaga para Oficial De Comunicações
 

A CARE Internacional pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Oficial de Comunicações, baseado em Pemba ou Ancuabe (Cabo Delgado).

Objectivo

A/O Oficial de Comunicações & Relatórios vai trabalhar no sentido de aumentar uma compreensão local, nacional e internacional do trabalho da CARE e o seu papel em Moçambique, construir excelentes relações de trabalho com a mídia local, nacional e internacional, e fornecer informações ao público sobre o trabalho da CARE. O Director de Comunicações vai apoiar o compromisso da CARE para com a transparência e a prestação de contas, incluindo a prestação de informações sobre as actividades da CARE às comunidades afectadas e participando nas comunicações com o Grupo de Trabalho de Comunidades afectadas por desastres (CDAC) se estiver activo.

Responsabilidades

Responsabilidade de função #1 Documentação e gestão de conhecimento

  • Responsável pela documentação de todos os processos e principais eventos relacionados com as intervenções de emergência e reconstrução, e garantir, quando for necessário, que outros colegas façam a documentação das actividades em curso;
  • Desenvolver um sistema de arquivo para o projecto, permitindo que colegas da CARE tenham acesso fácil a documentos relevantes, recursos, ferramentas e relatórios sobre a iniciativa;
  • Apoiar aos Gestores de Projetos e coordenadores sectoriais para escrever/registar todos os eventos dos projetos da CARE bem como escrever historias humanas, historias de sucessos,
  • Desenvolver uma base de dados de todas as actividades e reuniões, incluindo listas de participantes em todos os níveis, de acordo com a orientação da CARE;
  • Elaborar um resumo mensal das atividades relevantes levadas a cabo nos diferentes projetos e programas da CARE na zona norte do país, para partilhar com diferentes interessados internos e externos da CARE.

Responsabilidade de função #2 Comunicações as Comunidades afectadas pelo desastre

  • Desenvolver e manter excelentes relações com jornalistas nacionais-chave de outras ONGs, departamentos governamentais, etc;
  • Funcionar como um ponto de contacto em todas as questões com a mídia e responder, priorizar e coordenar com a mídia e os pedidos da CI numa base diária. Funcionar como porta-voz quando for apropriado e conforme acordado pelo Director Nacional;
  • Elaborar e divulgar comunicados de imprensa, actualizações, fotos ou histórias de interesse humano – principalmente para a distribuição externa (por exemplo; nos meios de comunicação social ou outras agências);
  • Utilizar las diferentes redes sociais para divulgar as realizações da CARE de forma permanente.

Responsabilidade de função #3 Monitoria e Avaliação.

  • Apoiar o desenvolvimento de um sistema de Monitoria e Avaliação, especialmente, para o acompanhamento de todos os beneficiários;
  • Capacitar todos os actores envolvidos no uso adequado de ferramentas de recolha de dados e garantir que todos os dados recolhidos apresentem a qualidade exigida;
  • Sempre que for necessário, contribuir pessoalmente na recolha de dados (por exemplo; entrevistas com os participantes/ beneficiários da iniciativa e realizar as discussões em grupo).

Requisitos

  • Pelo menos uma licenciatura em jornalismo, relações públicas, comunicações ou áreas afins;
  • Experiência em jornalismo (transmissão ou impressão), ou áreas afins, tais como mídia/ relações públicas, e forte compreensão da imprensa, rádio, televisão e social (online) meios de comunicação;
  • Requer-se excelentes habilidades escritas, edição e de comunicação em Inglês e Português;
  • Experiência em comunicações ao nível da comunidade, campanhas de feedback ou de sensibilização;
  • Fortes conhecimentos de informática (Microsoft Office, software de edição de foto etc.);
  • Experiência como porta-voz;
  • Experiencia em conduzir treinamentos e sessões de sensibilização para comunidades e beneficiários;
  • Fortes habilidades de comunicação e presentação interpessoal;
  • Flexibilidade e vontade de mudar as práticas e horas de trabalho e capacidade de trabalhar em ambiente inseguro.

Exigências

  • Carta de Candidatura;
  • Curriculum Vitae.

Nota: É importante citar o número da vaga e o nome da posição. Esta vaga está aberta para Cidadãos Moçambicanos A CARE Moçambique é um empregador com Igualdade de Oportunidades. Incentivamos candidaturas de mulheres, as pessoas com deficiência e outros grupos desfavorecidos. Não toleramos qualquer tipo de assédio, Abuso e Exploração Sexual entre trabalhadores, Parceiros de Implementação e Beneficiários. Não fazemos nenhum tipo de cobranças para nenhum tipo de contratação e não procedemos por via de agentes de recrutamento. Oferecemos um pacote de compensação competitiva e a possibilidade de construir uma carreira no sector de desenvolvimento, através de um engajamento a longo prazo e acesso aos recursos e experiência pelo mundo. Só os candidatos selecionados serão contactados!

Processo de Candidatura

Endereço: Avenida da Marginal, no Bairro Maringanha – Pemba

Email: Mozrecrutamentos@care.org

Validade: 30/05/2022

Local: Pemba/Ancuabe- Cabo Delgado

Níveis: Licenciatura, Nível Superior

Regime: Temporário