Vaga para Assistente De Programa De Uniões Prematuras

Ticker

6/recent/ticker-posts

Vaga para Assistente De Programa De Uniões Prematuras

Vaga para Assistente De Programa De Uniões Prematuras

 A Associação Moçambicana para o Desenvolvimento da Família (AMODEFA) pretende recrutar para o seu quadro de pessoal um (1) Assistente de Programa de Uniões Prematuras.

Contexto

A Coligação para Eliminação das Uniões Prematuras – CECAP, surgiu em 2012 com objectivo de contribuir para Eliminação das Uniões Prematuras em Moçambique envolvendo diferentes organizações da Sociedade Civil que trabalham na área.

Ao longo dos anos, consolidou-se como plataforma de coordenação e advocacia em prol da erradicação das Uniões Prematuras em todo país, tendo intensificado suas acções de advocacia política, firmando parcerias aos diferentes níveis nomeadamente: nacional, regional e global, como também acrescido o número de membros e expandido a nível provincial.

Actualmente a CECAP conta com cerca de 56 Organizações membros a nível nacional, com uma coordenação estruturada por: Presidência, Secretariado e Grupo Técnico.

Com base na sua Estratégia de Advocacia e Comunicação, assim como na Teoria de Mudança da Parceria Global Girls Not Brides – a qual a CECAP contribuiu amplamente para o seu desenvolvimento – foram identificados pilares de intervenção da CECAP, através dos quais são feitas as intervenções da Coligação nomeadamente: (i) Revisão do quadro politico-legal; (ii) Acesso a Serviços; (iii) Mobilização Social e Comunitária; (iv) Empoderamento da Rapariga; (v) Pesquisa e Documentação de Boas Práticas; e (vi) Coordenação e Parcerias.

No âmbito da Revisão do quadro lógico-legal, desde 2016, a CECAP esteve trabalhando com a Assembleia da República, com apoio de outros parceiros na elaboração e aprovação da Lei de Prevenção e Combate as Uniões Prematuras (Lei 19/2019, de 22 de Outubro). Em coordenação com o Ministério da Justiça e o Ministério de Género, Criança e Acção Social, através dos gabinetes de atendimento de vítimas de violência, a CECAP presta assistência jurídica e psicossocial às vítimas e reforço dos mecanismos de denúncia na comunidade, a fim de contribuir para o acesso aos serviços às vítimas de violência sexual, violência contra menores e todo tipo de violência baseada no género.

Através de acções de sensibilização comunitária e ações baseadas na escola, como: programas de mentoria para raparigas (PGB, Rapariga Biz, Educação Sexual Abrangente, entre outros), a CECAP desenvolve e empodera as raparigas em informação e em alguns casos, pequenos fundos para o empoderamento económico a fim de conhecerem e exercerem os seus direitos, livres de qualquer situação que as coloque em vulnerabilidade para uniões prematuras e gravidezes precoces. Assim  como no âmbito da parceria com o Ministério da Educação e Desenvolvimento Humano e, Ministério da Saúde tem se feito o trabalho de apetrechamento e funcionalidade dos cantinhos escolares e; construção, melhoria e funcionalidade dos Serviços amigos do Adolescente e Jovem (SAAJ) nas Unidades Sanitárias e Comunidades para aconselhamento e serviços básicos de Saúde Sexual e Reprodutiva e Direitos,

Neste âmbito, na qualidade de Secretariado da CECAP, a AMODEFA pretende contratar um (a) Assistente de Programa de Uniões Prematuras para responder às necessidades presentes e futuras no âmbito das acções internas e externas, com parceiros e doadores da CECAP.

Objectivo

A posição do(a) Assistente de Programa de Uniões Prematuras visa contribuir na coordenação, implementação e monitoria das actividades da Coligação, especialmente na área de coordenação, Advocacia, Comunicação e desenvolvimento de parcerias.

Responsabilidades

Sob a supervisão geral do Director de Programas da AMODEFA, e em estreita coordenação com a Coordenadora de DSSR, a/o Assistente de programa de Uniões Prematuras será responsável por:

  • Coordenar o desenho dos planos anuais da CECAP e supervisionar todas as actividades a nível nacional e provincial, com vista à implementação bem-sucedida;
  • Responder pela execução orçamental dos planos anuais da CECAP;
  • Garantir o mapeamento contínuo das actividades da CECAP que contribuem para as Estratégias de Combate das Uniões Prematuras (Estratégia da CECAP e Nacional);
  • Garantir a implementação da Estratégia de Advocacia da CECAP;
  • Fazer o mapeamento contínuo dos membros da CECAP a nível Provincial e Nacional;
  • Garantir e estabelecer uma plataforma de partilha dos manuais, estudos, dados, e boas práticas na área de Uniões Prematuras;
  • Garantir a expansão e fortalecimento da CECAP nas Províncias;
  • Coordenação técnica com o Comité de Coordenação, Pontos Focais Provinciais e todos membros da CECAP;
  • Garantir a coordenação e advocacia com as Instituições, parceiros Internos e Externos da Coligação;
  • Responder dentro dos prazos todas correspondências referentes a CECAP com parceiros e doadores internos e externos;
  • Garantir a implementação das políticas internas da CECAP a nível Central e Provincial da CECAP;
  • Identificação de novas possibilidades de financiamento para a Coligação;
  • Responsável pela elaboração dos Relatórios de actividades programáticas da CECAP, Relatórios Trimestrais, Semestrais e Anuais da CECAP para membros, parceiros e doadores;
  • Assegurar a qualidade e fidelidade dos relatórios da CECAP (análise, revisão e compilação) e submeter o relatório compilado dentro do prazo estabelecido;
  • Dar apoio técnico aos membros da CECAP a nível nacional e sobretudo provincial tendo em conta os pontos fortes e fracos, dando prioridade as lacunas e fraquezas;
  • Analisar, documentar e reportar boas práticas e desafios na implementação das actividades implementadas na área de uniões prematuras, bem como propostas para ultrapassá-los;
  • Reforçar a componente da advocacia da CECAP;
  • Participar sempre que necessário em encontros e grupos técnicos com membros, parceiros e Governo;
  • Participar na elaboração e coordenação no desenvolvimento de ferramentas e materiais IEC da CECAP e seus membros.

Requisitos

  • Licenciatura em Ciências Sociais ou Direitos Humanos ou áreas relacionadas;
  • Experiência comprovada pelo menos cinco (5) anos de experiência na implementação/gestão de programas em ambientes de ONG, com enfoque para a área de uniões prematuras, saúde sexual e reprodutiva, Género, Direitos Humanos;
  • Conhecimento na área de uniões prematuras e Direitos e Saúde Sexual e Reprodutiva, género;
  • Conhecimentos das dinâmicas relativas à Sociedade Civil e diálogo político no contexto nacional das uniões prematuras e da lei de prevenção e combate as uniões prematuras;
  • Conhecimentos de informática em Microsoft Word e Excel;
  • Capacidade para lidar com múltiplas tarefas e atenção ao detalhe;
  • Respeito pela confidencialidade;
  • Boa capacidade de trabalhar com supervisão mínima e ter fortes habilidades interpessoais;
  • Residência na província ou Cidade de Maputo;
  • Fluente em língua Portuguesa e Inglesa.

Exigências

  • Carta de Motivação;
  • Duas (2) Referências;
  • Curriculum Vitae actualizado.

Nota: Somente os candidatos seleccionados para entrevista serão contactados.

Processo de Candidatura

Email: recruitment.amodefa@gmail.com

Validade: 07/09/2020

Local: Maputo

Níveis: Licenciatura

Regime: Tempo Inteiro