Senac oferece curso de e-commerce

Da Assessoria

Diante das dificuldades enfrentadas pelas empresas durante a pandemia e a necessidade de retomada da economia, o Senac PR está apoiando o desenvolvimento do comércio digital no Paraná. Para isso, 32 Unidades de Educação Profissional e Tecnológica do Estado ofertarão o curso gratuito “E-commerce: Vendendo no Comércio Eletrônico”. No total, são 1.500 vagas para trabalhadores de empresas do comércio de bens, serviços e turismo nas áreas de atuação do Senac PR. Essa formação totalmente gratuita de comerciários faz parte do Programa Senac de Gratuidade (PSG), destinado a pessoas e trabalhadores de baixa renda. Assim, para participar é preciso também atender aos critérios do programa, que tem como pré-requisito renda familiar per capita (soma da renda de toda a família, dividida pelo número de integrantes) até dois salários mínimos federais. “Neste momento difícil para todos, inclusive para o setor produtivo, o Senac Paraná traz a sua contribuição para os empresários do comércio.

Com a necessidade do isolamento social e até do fechamento das lojas em alguns momentos, as empresas tiveram que migrar para as vendas virtuais, mas nem todas tinham estrutura e pessoal qualificado para isso. Neste sentido, o curso de E-commerce do Senac será de grande ajuda, especialmente para os pequenos e médios negócios, que precisam se adequar aos canais digitais para continuar vendendo”, afirma o presidente do Sistema Fecomércio Sesc Senac PR, Darci Piana. Os participantes serão indicados pelas empresas filiadas aos Sindicatos Empresariais vinculados à Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio PR) ou à Câmara da Mulher Empreendedora e Gestora de Negócios (CMEG) da Fecomércio PR. A empresa interessada em qualificar seus funcionários deve entrar em contato com o Sindicato Patronal de sua cidade ou região ou com a CMEG local.

Senac oferece curso de e-commerce

Sobre o curso Do dia para a noite, o mundo se abrigou em casa. A vida em sociedade mudou radicalmente e os modelos de negócios também. O varejo teve que se reinventar em pouquíssimo tempo para atender às demandas de consumo da população em isolamento e superar o fechamento de suas lojas físicas. A pandemia intensificou o uso dos canais digitais. Com todos recolhidos na segurança do lar, as atividades presenciais foram substituídas pelas virtuais, inclusive a aquisição de produtos e serviços. Levantamento virtual realizado com mais de 1,7 mil entrevistados pela plataforma de inteligência e pesquisa NZN Intelligence revela que 71% dos brasileiros pretendem aumentar o volume de compras on-line. O curso de e-commerce do Senac Paraná tem como objetivo auxiliar as empresas a estruturarem estratégias de vendas no comércio eletrônico. A formação tem carga horária de 42 horas e as turmas iniciam em 3 de agosto. As aulas serão realizadas de forma remota, ao vivo, com o uso de tecnologias digitais, o que permitirá a completa interação dos alunos e contextualização para a realidade e necessidades do comércio local, além da troca de experiências entre os participantes. As turmas serão ministradas por instrutores do Senac Paraná, capacitados para o ensino remoto, a fim de trazer ao aluno a melhor experiência de aprendizagem digital.


FONTE: JORNAL PAGINA UM NEWS

Postagem Anterior Próxima Postagem